Ministro do Trabalho usou hotel flutuante de 150 mil em Parintins

Helton Yomura visitou feira de artesanato, em Parintins

O ministro do Trabalho, Helton Yomura, afastado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), por suspeita de fraude na concessão de registro sindicais, se hospedou num barco de luxo, durante o Festival Folclórico de Parintins. O ‘hotel flutuante’ do ministro teria custado R$ 150 mil ( por três noites).

A informação é da coluna da jornalista Marina Caruso, no site do jornal O Globo, edição desta sexta-feira (06/07).

Yomura assistiu a disputa dos bois Garantido e Caprichoso realizada no período de 29 de junho a 1 de julho.

Se tivesse reservado oitos suítes no melhor hotel da cidade, ( Amazon River) o valor seria 1/3 do valor, diz a nota da blogueira de O Globo.

O ministro do Trabalho foi afastado na quinta-feira ( 05/06) em nova fase da Operação Registro Espúrio, da Polícia Federal.

A Operação Registro Espúrio teve início no dia 30 de maio e investiga organização criminosa integrada por políticos e servidores que teria cometido fraudes na concessão de registros de sindicatos pelo ministério. Segundo as investigações, os registros eram concedidos mediante pagamento.

O presidente Solidariedade no AM e secretário de Relações do Trabalho, Carlos Lacerda, foi preso na operação.

 

www.deamazonia.com.br