Decisão do STF esquenta Eleição 2018 no Amazonas

O período pré-eleitoral no Amazonas ganhou uma movimentação surpresa ontem com o arquivamento do inquérito que acusava os senadores Omar Aziz (PSD) e Eduardo Braga (MDB) de ilícitos na construção da ponte sobre o rio Negro. A decisão do STF afirma não haver provas contra ambos. Cita, inclusive, o uso de uma “planilha apócrifa”, sem perícia, para sustentar a acusação. A decisão colabora com a pretensão de Braga de seguir no Senado e fortalece a candidatura de Omar ao governo estadual.

Gol Ao ser informado do despacho do ministro Alexandre de Moares, o senador Omar Aziz festejou a decisão. “Deus é fiel”, afirmou. “Eu disse que meus amigos e minha família não se envergonhariam de mim”.

Honra Braga também comemorou o arquivamento do inquérito e sustentou que todo inocente, após sofrer com acusações, tem o direito de restabelecer sua integridade perante a opinião pública.

Delação As acusações contra Braga e Omar eram baseadas na colaboração premiada do ex-executivo da Camargo Corrêa Arnaldo Cumplido. As duas testemunhas apontadas por ele – José Lopes e Eládio Cameli – negaram os ilícitos.

Determinação  A pessoas próximas, Omar Aziz revelou que a decisão do STF lhe encheu de fôlego para brigar pelo governo do Estado.

Como assim? A manifestação de apoio da direção do P-Sol à candidatura do presidente da ALE/AM, David Almeida, ao Executivo Estadual, contrariou membros do partido, que vão se reunir neste final de semana para se posicionar contra o apoio. Herbert Amazonas é o mais insatisfeito.

União Durante o lançamento da pré-candidatura de David Almeida ao governo, na quinta-feira (7), a presidente estadual do P-Sol, Pedrinha Lasmar, discursou no evento e disse: “Trago para você o nosso apoio. Não temos outro caminho a não ser caminhar ao seu lado”. Ela sustentou que a candidatura “é uma nova alternativa de esquerda”.

Projeto O PT do Amazonas dá sinais de não ter mesmo interesse em encabeçar uma chapa para o governo do Estado em 2018. Os nomes de peso da sigla vão disputar um cargo no Legislativo.

Passo 2 O presidente da OAB/AM, Marco Aurélio Choy, enviou ontem para o presidente do TJ/AM, Flávio Pascarelli, a lista sêxtupla com os nomes que disputam uma vaga de desembargador. A votação da lista tríplice deve ocorrer na próxima terça-feira (12).

Segue o bonde Em julgamento realizado ontem à tarde, o Conselho Seccional da OAB/AM manteve todos os nomes da lista sêxtupla. Quatro advogados que integram a lista tinham as candidaturas contestadas.

Esqueleto 1 Após visita in loco à obra abandonada da Cidade Universitária, o deputado estadual Luiz Castro (Rede) formalizou à Mesa Diretora da ALE/AM  requerimento com indicação para que o Tribunal de Contas do Estado (TCE/AM) promova inspeção extraordinária a fim de auditar os gastos com a construção.

Esqueleto 2 Conforme números divulgados por Luiz Castro, as despesas com os primeiros 20% da obra ultrapassam os R$ 17 milhões.

 

SIM & NÃO

Acrítica.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here