Carnavália–Sambacon deve bater recorde de público e negócios

Pelo segundo ano consecutivo, a presença dos bois de Parintins encerram o evento promovendo um verdadeiro intercâmbio cultural (Divulgação)

 

O sucesso de vendas e novidades da Carnavália–Sambacon já começa a ser comemorado pelas empresas organizadoras do evento: Timbre Comunicações e AMI7. Há uma semana da feira, que acontecerá no Centro de Convenções SulAmerica entre 26 e 28 de julho, os números iniciais do evento são melhores que os da última edição.

Elias Riche, da AMI7, demonstrou a satisfação dos organizadores. “Ano passado a feira aconteceu no suor. O país atravessava uma crise profunda, mas resistimos, apostamos e fizemos uma Carnavália–Sambacon com resultados muito positivos. Ainda que não estejamos vivendo um momento economicamente perfeito, as coisas começaram a melhorar e, este ano, estamos com a feira praticamente toda vendida.”

Números

Os números das edições anteriores foram determinantes para que novos negócios e oportunidades se abrissem para o mercado do Carnaval. A feira, que nos últimos quatro anos teve média de público de 12 mil pessoas ao longo dos três dias de realização e gerou negócios da ordem de R$ 30 milhões, cresceu e ganhou expositores variados. Para 2018, empresas do ramo da engenharia, reciclagem, design de interiores e beleza chegam ao evento dando uma nova cara ao nicho de mercado que vem crescendo continuamente.

Elmo José dos Santos, também da AMI7, explicou o crescimento da feira. “O mercado do Carnaval abrange quase todas as profissões dentro dele, logo, a cadeia produtiva tende a aumentar. Para que os desfiles aconteçam, são necessários profissionais das áreas de engenharia, tecnologia, design, entre outros, sem contar na área de gestão. Hoje, as escolas de samba precisam ter profissionais de direito, administração, arquitetura e por aí vai.”

Diversidade

A diversidade não está somente nos novos expositores. Idealizada para ser um encontro profissional e também cultural, a Carnavália–Sambacon 2018 traz intervenções das mais variadas. São shows, desfiles e mostras de fotografia que ocuparão todo o terceiro andar do Centro de Convenções SulAmérica.

Nei Barbosa, da Timbre, comentou a amplitude do evento. “Nós procuramos oferecer possibilidades para todo tipo de público e isto faz o sucesso da feira. Nela, você tem desde o amante do Carnaval, passando pelos profissionais que estão atuando ou os que querem se reciclar e costurar novas parcerias através de network, até as autoridades, instituições ligadas à organização da festa por todo o país e, logicamente, as empresas que fazem o Carnaval acontecer. Este ano teremos novidades como a reciclagem de isopor e as tecnologias de grandes marcas que estão pela primeira vez no evento.”

Atrações

Na programação, a presença do coral do Instituto Zeca Pagodinho, escolas de samba e a participação da cantora Mariene de Castro prometem agitar o público. Pelo segundo ano consecutivo, a presença dos bois de Parintins encerram o evento promovendo um verdadeiro intercâmbio cultural. Os ingressos já estão à venda no site www.carnavalia.net.

 

Curta facebook.com.br/revistacarnaval.
Siga twitter.com/revistacarnaval.
Acesse instagram.com/revistacarnaval.
Inscreva-se em nosso canal no YouTube.