Grupos anti-Lula espalham outdoors contra o ex-presidente em Curitiba

Outdoor é creditado aos grupos Vem pra Rua e Lava-Togas – Tabata Viapiana/ CBN Curitiba

 

 

Mais de 30 outdoors contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foram espalhados pela cidade de Curitiba uma semana antes do depoimento do petista. Com modelos diferentes, os painéis são atribuídos a três grupos contrários ao ex-presidente. Um deles estampa os dizeres “A ‘República de Curitiba’ te espera de grades abertas”.

Inicialmente marcado para o dia 3 de maio, o interrogatório de Lula foi remarcado para a próxima quarta-feira a pedido da Secretaria de Segurança Pública do Paraná, preocupada com o esquema de segurança da audiência e a proximidade ao feriado de 1º de maio. Militantes do PT e de movimentos sociais ligados ao partido preparam caravanas até a capital paranaense no dia do depoimento, assim como grupos anti-PT.

Integrantes do PT repudiaram as mensagens espalhadas pela cidade. Para o deputado federal Wadih Damous (PT-RJ), as imagens podem contribuir para esquentar o clima para o depoimento do ex-presidente. Segundo o parlamentar considera que os outdoors são “um absurdo”.

— Fico muito preocupado com o que pode acontecer na rua na quarta-feira. É injúria — afirmou.

Na quinta-feira, a Secretaria de Segurança do Estado do Paraná (Sesp) decidiu que o prédio da Justiça Federal, em Curitiba, onde o juiz Sergio Moro vai ouvir o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no próximo dia 10, não terá expediente no dia do depoimento. Um perímetro de segurança de 150 metros irá isolar o entorno do imóvel, a cargo da vigilância da Polícia Federal e da Polícia Militar. A preocupação das autoridades é garantir a segurança de Lula, Moro, advogados e servidores federais e impedir que ocorra um tumulto de manifestantes pró e contra o petista.

 

O GLOBO/RJ

Postado por Carlos Frazão/JI

Comentários

comentários

COMPARTILHAR